"Eu e meu amor, numa casa rodeada de jasmins. Nosso casal de filhos brincando no jardim, enquanto organizamos o almoço. Ele seria além de um companheiro de relação, um amigo. Surpreenderia-me todos os dias com gestos delicados e simples, pois sabe do meu modo clichê de ser. Nossa vida seria uma correria, como de todas as famílias, mas nada iria abalar a nossa comunhão. Aos trovões, abraçaria meus pequenos, enquanto ele os acalmaria com algumas brincadeiras. Vendavais seriam inevitáveis, mas nossa casa estaria firmada em Deus, não havendo ventos fortes capazes de nos destruir. Nada, repito, nada seria capaz de desfazer nossos laços de união. Iríamos estar juntos, mesmo distantes. O fato de acordar ao lado daquele sorriso me faria um bem danado. Teríamos responsabilidades, mas nada do que um piquenique na casa da árvore para sairmos da rotina. Haveria momentos delicados, onde as lágrimas rolariam, mas mínimo diante da alegria de convivermos como família. Seriamos, por fim, completos. Amando nossos filhos, nos amando, e acima de tudo, amando a Deus."

Sonhar, sonhei.  (Naihana Teixeira)

vireiflor:

Maior e mais bonito que o brilho das estrelas é o brilho dos seus olhos. E quando navego no brilho dos seus olhos até me perder descubro o infinito que há em cada um deles. E quando me perco em você, Deus, é quando mais me encontro.

Laureane, sobre Deus.

"Ele sacrificou a si mesmo para nos dar uma segunda chance."

Max Lucado (via loucas-por-jesus)
Theme ☁